Return to site

Bancada ativista é eleita com 150 mil votos

Um grupo de homens de 18 a 80 anos, diferentes trajetórias e perfis são colocados juntos em uma sala para comentar vídeos de temas cotidianos relacionados às mulheres. Esse é o cenário do documentário "Câmara de Espelhos", de Dea Ferraz que chega aos cinemas dia 06 de dezembro.
 

É um filme sobre as violências contra as mulheres, que muitas vezes passam despercebidas ou são naturalizadas. Estão presentes nas falas, nas piadas, nas formas de pensar, nas pequenas atitudes, dentro de casa, no trabalho, na faculdade, na rua e nos bares. Como os homens se permitem falar o que querem quando estão só entre homens?
 

Gravado em 2013,

"Câmara de Espelhos" será

lançado 5 anos depois.
 

Gravado em 2013, "Câmara de Espelhos" será lançado 5 anos depois. Ao longo desses anos os índices de violência contra as mulheres no Brasil subiram, passamos do 7º ao 5º lugar no ranking mundial de feminicídio, o assassinato de mulheres negras aumentou 54% e o das mulheres brancas diminuiu 9,8% e o número de casos notificados de estupro em 2017 cresceu 8,4% em relação à 2016.
 

Esse ano nosso país elegeu como Presidente um político que fomenta e reproduz discursos intolerantes e de ódio contra mulheres, negros e LGBTs. Há quem diga que "é só da boca pra fora", mas infelizmente discursos violentos naturalizados, legitimam atos de violência todos os dias. Não é hora de silenciarmos.

Add paragraph text here.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly